Sem categoria

Porque deu saudade

Estava aqui, nesses minutinhos dessa tarde queeente, pensando no quanto já vivi na vida, e no quanto já superei, quando achei que não conseguiria. E, nesses momentos em que estou assim, reflexiva, é que me lembro desse lugar aqui. No quanto foi terapia pra mim, no quanto me faz falta quando me sinto sozinha nesse mundão de meu Deus. Podem ser só os hormônios da gravidez (sim, tô esperando uma bebêzinha linda), pode ser minha ansiedade que tá meio aflorada, mas deu saudade! Deu muita saudade disso aqui! De escrever e postar e esperar os comentários de resposta. Dos amigos que davam força. De tanta gente legal que conheci aqui, e que tá fazendo falta (cadê você Bibi – Bianca Carvalho?)… Então decidi postar isso aqui e decidi “voltar” um pouco pra cá. Quem sabe participar dos posts coletivos, tirar umas fotos, interagir… Queria me sentir acompanhada, queria meus amigos blogueiros de volta! Cês me aceitam? Haha

Quero minha “terapia” de volta um pouquinho!

Divagações... · Estive Pensando · Sem categoria

Feliz Dia da Mulher Para Quem Sabe se Comportar Como Uma???

images

Eu sei, hoje não é mais dia 08, mas o espaço é meu e hoje vai ter bronca do dia da Mulher. E vai ter bronca pra quem realmente está precisando – A PRÓPRIA MULHER! Explico. O dia de ontem foi muito bom pra mim. Meus colegas me deram parabéns. Minhas amigas me deram parabéns. Max lavou a louça mesmo sendo meu dia na tabela (dividimos as tarefas), comprou janta pra mim, me disse que “dou de peia em muito homem, inclusive nele” hahah. Eu sei que tudo isso não É NADA DEMAIS, porém foram gestos bonitos que merecem ser falados (parar com essa mania de só falar de coisa ruim!).

Poréééém, sei que muita coisa ainda precisa ser mudada. Já falei por aqui do RESPEITO que falta muitas vezes por parte da sociedade, dos CONCEITOS MACHISTAS QUE PRECISAM SER MUDADOS, de coisas que ainda precisamos conquistar. E então, posso me considerar uma pessoa (em tese, pois sei pouco sobre o tema) FEMINISTA. Feminista nos termos de que creio na IGUALDADE e mais, na LIBERDADE da mulher, e do homem também. Somos seres autônomos, e podemos ser e fazer o que quisermos, na medida de nossas possibilidades e vontades, mais ou menos isso. Pra mim não tem isso de COISA DE HOMEM/MULHER ou PAPEL DE HOMEM/MULHER. Mas não era sobre isso que queria falar mesmo!

Na noite de ontem, vi uma frase, seguida de diversos comentários, numa página de Facebook curtida por algumas AMIGAS MULHERES que tenho. Esqueci o nome da Página, mas acho que era algo do tipo MOÇA, VOCÊ NÃO PRECISA SER FEMINISTA. Oi????? (P.S.: Essas redes sociais ainda vão transformar muita gente em organismos acéfalos). Mas estou mudando o foco de novo! Haha

Indo direto ao ponto, tinha essa postagem dizendo Feliz Dia da Mulher Para Quem Sabe se Comportar Como Uma, porque pras feministas, esperem o dia das crianças. Era mais ou menos isso. Nossa, que LAMENTÁVEL. Mais ainda ver os comentários das MULHERES, na sua grande maioria (pasmem) falando mal do feminismo, das feministas, DAS OUTRAS MULHERES. Primeiro, fiquei TRISTE com tanta mulher que ainda não conhece a sororidade, o apoiar uma a outra, e pior, denigre, xinga pessoas sem o MÍNIMO DE RESPEITO. E depois coloca no Facebook coisas sobre Deus, sobre amor. Simplesmente, isso É CONTRADITÓRIO, NÃO ENTENDO VOCÊS, JURO!

Segundo, e creio que o mais importante, qual o sentido dessa frase: Feliz Dia da Mulher Para Quem Sabe se Comportar Como Uma???? O que seria SE COMPORTAR COMO UMA MULHER? Seria trabalhar e cuidar da casa ao mesmo tempo? Seria se arrumar e gostar de rosa? Seria baixar a cabeça e aceitar tudo? Queria mesmo uma boa explicação, pois pra mim essa frase foi em si VAZIA de qualquer significado… Vi um comentário de uma conhecida apoiando a frase, e essa mesma conhecida, pelo menos pra mim, NÃO SE COMPORTA COMO UMA MULHER. É uma pirralha sustentada pelos pais! E nem por isso a considero menos mulher que eu. Então, para que tá feio! MULHERES, PAREM DE QUERER ESTABELECER PADRÕES QUE HÁ MUITO ESTÃO SENDO QUEBRADOS, COM MUITO SACRIFÍCIO. PAREM DE FAZER COMPARAÇÕES, NENHUMA DE VOCÊS É MELHOR DO QUE A OUTRA. Parem com radicalismos que não nos servem para nada, só nos atrasam. Comecem a pensar!

E vou deixar bem claro por aqui: FELIZ DIA DA MULHER PRA VOCÊS TODAS! Pra quem é solteira, casada, com ou sem filhos, que trabalha ou cuida da casa (ou faz os dois!). Pra você que gosta de meninos/meninas/meninos e meninas. Pra você que se considera mulher. E pra você que denigre e humilha sua amiguinha, pois, apesar de não ser HUMANA, você ainda é MULHER!

MAIS MUDANÇA POR FAVOR!

Divagações... · Estive Pensando · Sem categoria

PROFUNDIDADE

dadsfsf

O profundo sempre me fascinou completamente. Mesmo quando criança, não era daquelas que gostava de esportes, de correr, de esconder. Preferia ler livros, viajar para lugares distantes, me ver como bruxa, cientista, diplomata, até mesmo princesa de contos de fadas. Nunca fui convencional, nem nunca gostei do que todo mundo gostava.

Na adolescência ficou tudo bem mais complicado. Enquanto todos só queriam saber de festas e namoros, eu queria viajar, fazer intercâmbio, ouvir Marisa Monte… Todos me achavam esquisita. Eu achava todos muito superficiais. Queria que me enxergassem além daquela “nerd” que amava passar o recreio na biblioteca. Queria que se enxergassem além das festas que iam e das pessoas com quem queriam ficar.

Até hoje me pergunto como a sociedade ficou tão SUPERFICIAL. As pessoas representam o tempo todo, nas redes sociais, mostrando seus corpos malhados, suas posses e até seus filhos como se fossem objetos. Tudo tão raso. E todos sabemos que nada daquilo é, realmente, como parece ser. Às vezes imagino se somente eu questiono tudo isso. Se sou a única que questiono as letras das músicas. Se seu a única que não vê sentido em passar horas na academia e comendo batata-doce com clara de ovo. Se sou a única que gosta de gastar tempo com as pessoas conversando sobre política, economia, filosofia…

Não que me considere superior a qualquer pessoa no mundo. Longe disso! Quem me conhece sabe como luto com “complexo de inferioridade” o tempo todo. Só acho que todo mundo, inclusive eu, pode e deve buscar mais PROFUNDIDADE. Para que viver de assistir os Kardashian, querer colocar silicone, idolatrar pessoas que nada tem a oferecer? Seria bom, de verdade, se envolver com coisas que realmente fazem sentido. Em vez de fofocar o tempo todo sobre aquela “menina do short curto”, por que não falar sobre feminismo? Em vez de achar graça nas piadas sem graça dos garotos, por que não se envolver em causas sérias e que merecem nossa atenção?

É difícil, eu sei, ir contra a corrente e não fazer o que todos fazem nessa sociedade RASA em que vivemos. Mas vai valer a pena, garanto, se jogar nesse “abismo” de PROFUNDIDADE, experimentar, questionar, errar e acertar. Vai ser melhor do que continuar no mesmo lugar. Vai ser melhor do que seguir todo mundo. Isso eu garanto!

Me Inspira! · Sem categoria

2017 Começou

Primeiro post de 2017!!!!

Estou meio atrasada aqui no blog, afinal, hoje já é dia 19, mas antes tarde do que nunca para aparecer, não é? Confesso pra vocês que faltou MOTIVAÇÃO mesmo, vontade de continuar postando, é meio difícil sair de férias, ver todos que você ama e manter a mesma animação ao voltar pra “vida real”.

Mas não sou daquelas que fica alimentando a tristeza, por isso vim atualizar o Mulher Pequena, rever os blogs dos amigos, voltar a esse meu mundo particular que tanto amo.

E pra postagem de hoje, não podia deixar de registrar alguns momentos das minhas férias por aqui. Não é bem o que costumo postar, mas achei que seria legal mostrar um pouco de quem amo, das coisas lindas que tenho vivido…

Porque família é tudo de bom, né? Taí um pouco da minha! Sou suspeita a falar, mas eles são os MELHORES!!! 🙂

Pausa pra suspiros!!! Meu Deus QUE LUGAR LIIINDO É ESSE?!! Porto de Galinhas é uma praia que fica pertinho de Recife, capital de Pernambuco, que por sua vez, fica mais ou menos 2 horas de distância de João Pessoa, onde eu estava. Fiz um passeio de Jangada com direito a mergulho e ADOREI! Desculpe quem tiver opinião diferente, mas as praias do Nordeste são imbatíveis, sem igual!

Se estou sentindo falta de tudo isso? CLARO NÉ! Mas sinto que esse ano vem cheio de coisa boa, então, vamo seguir que 2017 taí! haha

Xêro Grande! 🙂

Sem categoria

Lutando contra a ansiedade

Brigar contra a ansiedade já passou a fazer parte da minha vida. Acordar com coração acelerado e ter que contar a respiração umas mil vezes até se acalmar, ficar pensando em “besteiras” até que falte o ar e depois ter que controlar o pensamento e focar no agora, estar o dia inteiro em “estado de alerta”, como se algo horrível fosse acontecer a qualquer momento.

Isso é algo muito DESGASTANTE! Um sentimento muito peculiar, extremamente difícil de lidar, que às vezes me dá desespero, vontade de me “descabelar” hahah… Sabem como é isso?

Nossa, não é nada fácil!

A “vantagem” disso tudo (se é que posso dizer assim), é que, em diversas ocasiões, consigo manter o controle e até mesmo “esquecer” daquilo que me angustia. Umas vezes é difícil, outras se torna algo fácil, simples, e consigo passar uns bons meses sem aquilo me perturbando, até que tudo retorna de novo, e a luta continua.

Considero que tudo o que acontece com a gente no mundo tem uma vantagem, uma lição a ser aprendida, e com isso não é diferente. Pra mim, acho que isso tem grandes chances de ser algo com que terei que lidar toda minha vida, por isso estou sempre procurando “novas maneiras” de lidar, de vencer, de contornar essa ansiedade. E, acho, estou até me saindo bem! Não sei por quanto tempo a “crise da vez” vai durar, mas sei que estou me esforçando diariamente para me manter calma e positiva, então, queria registrar esse desabafo aqui, pras pessoas que também enfrentam isso, pra quem acha impossível não surtar, porque, sério, o que NÃO PODEMOS FAZER NUNCA É NOS ENTREGAR A ALGO QUE NOS FAZ MAL. Isso é um mandamento de vida pra mim!

E como amo muito vocês hahah, e pra deixar um recadinho pra mim mesma nos momentos mais “punk”, aqui vão algumas “fórmulas” que uso quando estou numa fase ansiosa da vida, e que dão super certo comigo! Boa sorte pra nós!

1. Meditação e controle da respiração – Meditar sempre foi uma peça chave pra enfrentar a ansiedade. Quando não consigo dormir, quando estou com falta de ar ou com coração acelerado, gosto de parar o pensamento, e me focar apenas na respiração.

2. Manter a mente ocupada – Isso é bom pra melhorar MUITO a vida diária. Pra gente não ficar “pensando em besteira”, precisamos nos manter ocupadas com coisas boas. Leia, ouça música, cozinhe, o importante é não deixar a mente vazia.

3. Tomar chá de camomila, água com açúcar, etc – Tem umas bebidinhas que tomo quando estou “surtada” hahah… Pra aqueles momentos em que estou mais nervosa, tremendo mesmo, sentar e tomar um chá bem devagar exerce um efeito bem calmante.

4. Me divertir ou ter um momento bem relaxante durante o dia – Durante a noite, quando Davi vai dormir, aproveito para fazer algo relaxante. Tomar um vinho, olhar as estrelas, ver um bom filme, fazer coisas positivas pra que eu possa dormir mais tranquila…

5. Escrever e mentalizar coisas positivas – O ruim da ansiedade é que ela nos torna pessoas negativas e temerosas por um futuro que pode nem acontecer. Então, para quebrar esse ciclo, nada melhor do que a POSITIVIDADE! Procuro sempre me manter positiva, pensar em coisas boas, e entender que aquilo é coisa da minha cabeça, nada mais!

Espero que tenha ajudado quem está na mesma situação que eu, e esteja me ajudando também a superar mais essa fase!

No mais: FIGHTING! (Lutando, nunca desistindo, ok?)

fighting-korean

Xêro Grande!

Divagações... · Estive Pensando · Sem categoria

Um mundo cheio dos sabe-tudo

hjtrysry

Cada vez que se abre o Facebook, ou qualquer outra rede social “bombada” da atualidade, você é bombardeado com mil e uma postagens retratando vidas perfeitas, estilos de vida perfeitos, filosofias de dar inveja a Freud. Aparecem na sua timeline garotas fitness com pernas malhadas e pratos contendo uma “deliciosa” salada verde com bastante batata doce e frango grelhado; mães modelo mostrando os presentes que deram aos filhos ou fotografando o estilo dos pequenos; casais felizes, amizades verdadeiras, lindas fotos do perfil fotografadas durante viagens, com frases inspiradoras contando “verdades” – homens e mulheres lindos (sem photoshop) e inteligentes!

Hoje, no mundo virtual, todo mundo SABE DE TUDO. Todo mundo é perfeito, vive vidas perfeitas, é exemplo de pai, mãe, filho, tio/tia, avô/avó, amigo/amiga, profissional… Todos tem algo a dizer, verdades absolutas sobre política, religião, banalidades do dia a dia, etc, etc, etc. E na internet só vemos as coisas mais lindas, cada pessoa mais inspirada que outra (usando citações, obviamente), versículos bíblicos mostrando uma fé inabalável, felicidades incontáveis, além de tour disso, check-in daquilo, e bote “inveja” e “recalque”, todos invejam essas vidas lindas, né isso?

Mas tudo estaria bem, se tudo isso, realmente, RETRATASSE AO MENOS 1% DA REALIDADE. Mas ninguém, nem você, nem a garota fitness, nem a mãe do baby boy, nem nenhum dos “pseudo-formadores de opinião”, nem aquelas fotos tiradas na mesa do restaurante, são mais do que momentos pequenos, ínfimos, na VIDA REAL de PESSOAS REAIS, que muitas vezes se encontram alienadas “vivendo” o que não existe, ou observando essas pessoas postando tudo isso. Encontramos, VERDADEIRAMENTE, pessoas que compartilham sobre “caridade” desperdiçarem comida todos os dias, mães que ficam mais tempo no celular do que com seus filhos (afinal, crianças de 2 anos ficarem o dia todo no celular é ABSOLUTAMENTE NORMAL, todos são assim), pessoas se comunicando através do celular com quem tá longe e ignorando quem tá perto, casais se separando por falta de comunicação, pessoas que não saem de casa sem maquiagem com medo de que vejam quem realmente são, por trás de tantas MÁSCARAS.

E os alertas não param de chegar, mas estamos tão distraídos olhando pra tela que não percebemos. Não sabemos o que nossos filhos adolescentes estão fazendo, não lutamos pra tornar real os sonhos que postamos nas redes sociais, achamos normal aquele parente chegar, tirar uma foto com nosso filho, mas negar brincar com ele nem por um minuto, afinal, o que importa é que tá no facebook como “#amomaisquetudo”, não é mesmo? Me desculpem, mas não faço parte disso! Não, eu não sou perfeita, não sou bonita nem fitness, não estou cheia de verdades (nem sei bem o que acontece no mundo), não sou exemplo de mãe, filha, amiga, esposa. SOU APENAS UMA PESSOA REAL! Eu trabalho, escrevo meus próprios textos, por mais toscos que sejam, brinco com meu filho, e brigo MUITO também, não formo um casal perfeito com meu esposo (brigamos bastante, pra ser sincera), não viajo todo o tempo, me divirto em casa de frente pra televisão. E tenho medo. E fico triste. E tenho raiva. E muitas vezes peço desculpas por estar ERRADA. Não sou a dona da razão. Não sou um dos sabe-tudo! Mas, sabe, eu cresço assim. Errando, me permitindo, SENDO NORMAL. Não sou extraordinária em nada que faço, e nem você que posta que é, mas eu ADMITO ISSO! E por admitir, eu cresço. Queria MUITO que a gente aprendesse isso. Que vivesse mais, e postasse menos. Que reaprendesse a brincar com os filhos (e sobrinhos, e netos), que puxasse conversa com os amigos, que saísse com o marido pra jantar fora e conversar, de verdade, sem precisar tirar uma selfie a cada 10 minutos. Queria que a gente parasse de ser sabe-tudo, e que parasse de pensar que todo mundo tem inveja de nós. Porque ninguém precisa ter inveja de ninguém. Pode não parecer, mas aquela mãe também dá um tapinha no filho na hora da raiva, aquela garota linda também acorda feia, leva fora do namorado, tem que arrumar o quarto, e muitas vezes não é tão linda por dentro. São só vidas, só pessoas. Somos só nós. Não somos sabe-tudo, pois de verdade, não sabemos de NADA. E o legal é mesmo isso!

Divagações... · Meus Escritos · Sem categoria

A última carta

3492765112_ba01070774_zPor favor, me perdoe

Esta é uma carta de despedida

Difícil saber como começar

Difícil, mesmo, terminar

Eu sei, Chegamos ao fim

 

Por favor, me perdoe

Por não poder ficar

Por não tentar mais,

e não lutar por nós

Mas não há o que tentar, não há o que lutar

 

Por favor, me perdoe

Estou indo agora

E desculpe por tudo o que te fiz

passar

Por te fazer me amar

E agora, por te deixar

 

Por favor, me perdoe

Por tudo, por nada

Pelo que fiz com o resto de nós

Mas não há mais nada

Não existe nós dois, então, adeus

 

Por favor, me perdoe

Por não ficar

Por ir…