Divagações... · Estive Pensando · Sem categoria

Um mundo cheio dos sabe-tudo

hjtrysry

Cada vez que se abre o Facebook, ou qualquer outra rede social “bombada” da atualidade, você é bombardeado com mil e uma postagens retratando vidas perfeitas, estilos de vida perfeitos, filosofias de dar inveja a Freud. Aparecem na sua timeline garotas fitness com pernas malhadas e pratos contendo uma “deliciosa” salada verde com bastante batata doce e frango grelhado; mães modelo mostrando os presentes que deram aos filhos ou fotografando o estilo dos pequenos; casais felizes, amizades verdadeiras, lindas fotos do perfil fotografadas durante viagens, com frases inspiradoras contando “verdades” – homens e mulheres lindos (sem photoshop) e inteligentes!

Hoje, no mundo virtual, todo mundo SABE DE TUDO. Todo mundo é perfeito, vive vidas perfeitas, é exemplo de pai, mãe, filho, tio/tia, avô/avó, amigo/amiga, profissional… Todos tem algo a dizer, verdades absolutas sobre política, religião, banalidades do dia a dia, etc, etc, etc. E na internet só vemos as coisas mais lindas, cada pessoa mais inspirada que outra (usando citações, obviamente), versículos bíblicos mostrando uma fé inabalável, felicidades incontáveis, além de tour disso, check-in daquilo, e bote “inveja” e “recalque”, todos invejam essas vidas lindas, né isso?

Mas tudo estaria bem, se tudo isso, realmente, RETRATASSE AO MENOS 1% DA REALIDADE. Mas ninguém, nem você, nem a garota fitness, nem a mãe do baby boy, nem nenhum dos “pseudo-formadores de opinião”, nem aquelas fotos tiradas na mesa do restaurante, são mais do que momentos pequenos, ínfimos, na VIDA REAL de PESSOAS REAIS, que muitas vezes se encontram alienadas “vivendo” o que não existe, ou observando essas pessoas postando tudo isso. Encontramos, VERDADEIRAMENTE, pessoas que compartilham sobre “caridade” desperdiçarem comida todos os dias, mães que ficam mais tempo no celular do que com seus filhos (afinal, crianças de 2 anos ficarem o dia todo no celular é ABSOLUTAMENTE NORMAL, todos são assim), pessoas se comunicando através do celular com quem tá longe e ignorando quem tá perto, casais se separando por falta de comunicação, pessoas que não saem de casa sem maquiagem com medo de que vejam quem realmente são, por trás de tantas MÁSCARAS.

E os alertas não param de chegar, mas estamos tão distraídos olhando pra tela que não percebemos. Não sabemos o que nossos filhos adolescentes estão fazendo, não lutamos pra tornar real os sonhos que postamos nas redes sociais, achamos normal aquele parente chegar, tirar uma foto com nosso filho, mas negar brincar com ele nem por um minuto, afinal, o que importa é que tá no facebook como “#amomaisquetudo”, não é mesmo? Me desculpem, mas não faço parte disso! Não, eu não sou perfeita, não sou bonita nem fitness, não estou cheia de verdades (nem sei bem o que acontece no mundo), não sou exemplo de mãe, filha, amiga, esposa. SOU APENAS UMA PESSOA REAL! Eu trabalho, escrevo meus próprios textos, por mais toscos que sejam, brinco com meu filho, e brigo MUITO também, não formo um casal perfeito com meu esposo (brigamos bastante, pra ser sincera), não viajo todo o tempo, me divirto em casa de frente pra televisão. E tenho medo. E fico triste. E tenho raiva. E muitas vezes peço desculpas por estar ERRADA. Não sou a dona da razão. Não sou um dos sabe-tudo! Mas, sabe, eu cresço assim. Errando, me permitindo, SENDO NORMAL. Não sou extraordinária em nada que faço, e nem você que posta que é, mas eu ADMITO ISSO! E por admitir, eu cresço. Queria MUITO que a gente aprendesse isso. Que vivesse mais, e postasse menos. Que reaprendesse a brincar com os filhos (e sobrinhos, e netos), que puxasse conversa com os amigos, que saísse com o marido pra jantar fora e conversar, de verdade, sem precisar tirar uma selfie a cada 10 minutos. Queria que a gente parasse de ser sabe-tudo, e que parasse de pensar que todo mundo tem inveja de nós. Porque ninguém precisa ter inveja de ninguém. Pode não parecer, mas aquela mãe também dá um tapinha no filho na hora da raiva, aquela garota linda também acorda feia, leva fora do namorado, tem que arrumar o quarto, e muitas vezes não é tão linda por dentro. São só vidas, só pessoas. Somos só nós. Não somos sabe-tudo, pois de verdade, não sabemos de NADA. E o legal é mesmo isso!

Anúncios

9 comentários em “Um mundo cheio dos sabe-tudo

  1. Meu texto de ontem foi justamente sobre essa realidade de plástico que temos atualmente. Todo mundo que existir para o outro, falsificando sua verdade e eu conheço pessoas que se convencem de que a vida é linda e maravilhosa, mas na outra de enfrentar o espelho………….. rs

    bacio

    Curtido por 1 pessoa

    1. hahaha Verdade! A vida não é perfeita, sabe. E é muito nocivo fingir isso, as pessoas acabam acreditando nessa realidade “virtual”, e quando veem que não se encaixam nisso, acabam adquirindo ansiedade e depressão…
      O bom da vida é viver livremente, sem fingimentos ou máscaras.
      Xero

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s