Divagações... · Estive Pensando · Meus Escritos

Um dia com um “quê” de nostalgia…

Eu queria poder voltar no tempo às vezes, poder aproveitar um pouco mais cada momento que ficou guardado. Queria poder dar mais um abraço no meu avô, e ser aquela garotinha magra, mas muito astuta, de novo. Queria brincar com meus primos nos dias de sábado, morar a um pulo do mar, ter piscina em casa e dormir na cama com meus pais depois de ter medo, ou de um pesadelo. Mas o tempo não volta só por minha vontade, tenho que me acostumar, e aprender a lidar com a saudade…

Eu queria, mesmo que por um instante, ter minhas irmãs em casa de novo. Poder brincar de boneca, de casinha, de qualquer coisa, e até mesmo brigar, só pra depois fazer as pazes. Queria ter um primeiro dia de aula de novo, vestir a farda e assistir aula de português e matemática. Queria paquerar aquele menino mais bonito e também inacessível, e ficar sonhando acordada com um pedido de namoro que nunca vai acontecer. Queria até mesmo ir aquelas festinhas de 15 anos das amigas da minha irmã, e morrer de vergonha quando alguém me chamar pra dançar, ou quiser “ficar comigo”. Mas o tempo não volta só por minha vontade, tenho que me acostumar, e aprender a lidar com a saudade…

Eu queria meus amigos de faculdade de volta, ficar de bobeira em casa com minhas colegas de apê. Brigar por qualquer motivo, ficar “de mal” e depois ficar “de bem” de novo. Queria assistir as aulas de Direito Romano, Civil, Penal, e mesmo sem me identificar com nada e sonhar acordada a aula inteira, queria aproveitar de novo aqueles dias sem preocupação. Queria assistir filme até mais tarde com Danny, ou inventar mentiras pra podermos sair. Queria ficar com ciúmes de alguma colega, mandar bilhetes secretos pra um menino que gostava, me apaixonar pelo “cara certo” pela primeira e última vez. Mas o tempo não volta só por minha vontade, tenho que me acostumar, e aprender a lidar com a saudade…

Eu queria, queria mesmo, tudo isso, só mais um pouco. Amo o presente, amo onde, como e com quem estou agora. É só que, diante de tanta responsabilidade, problemas, medos, da realidade de “ser adulta”, fica a vontade de reviver, ao menos um pouco, todos aqueles momentos, de novo. Hoje é bom, mas ontem foi também. Só que o tempo não volta só por minha vontade, tenho que me costumar, e aprender a lidar com a saudade…

Anúncios

6 comentários em “Um dia com um “quê” de nostalgia…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s