Divagações... · Meus Escritos

Será que…?

coracores-involuntarios-tumblr-fofo

-Eu te amo, mas odeio seu jeito frio, indiferente, impassível. Que parece não se importar, não importa o quanto eu grite, o quanto eu chore, o quanto implore. Será que você não sabe que eu preciso do seu amor? Mesmo doente, mesmo com sono, e principalmente, mesmo triste?

-Eu te amo, mas odeio quando a gente briga, e você insiste em estar certo, mesmo quando está todo errado. E mesmo quando estou toda errada, mesmo quando estamos errados juntos, será que você não pode, só por um segundo, me deixar ganhar?

-Eu te amo, mas odeio quando você explode. Seu jeito de falar, o que você fala, mesmo sem pensar, magoa sabia? Será que você não podia, mesmo durante aquela briga, me beijar e dizer que me ama? Eu sei, você vai dizer que sou louca (como já disse umas tantas vezes), mas você não podia, ao menos uma vez, não falar tudo o que, você sabe, vai me machucar?

-Eu te amo, mas odeio a falta de romantismos. Sabe, eu queria mesmo aquelas flores, aquela carta, aqueles gestos de surpresa. Eu sei, eu disse que não queria. Mas será que você não podia, só por um instante, ler meus pensamentos, entrar na minha mente, e me dar o que secretamente, quero?

-Eu te amo, te amo muito, mas odeio quando você diz NÃO. E odeio mais ainda a facilidade com que você diz essa palavra que, pra mim, naquele momento, é pior do que a morte. Será que você não podia passar por cima de sua vontade, só por uma vez, só pra me agradar?

– Eu te amo, seu sacana indiferente, frio. Eu te amo, mesmo que você me negue o mundo. Eu te amo, mesmo que não seja romântico. Eu te amo, seu grosso, seu ignorante, seu lindo arrogante, seu maravilhoso homem feito de pedra. Eu te amo, com tudo, apesar de tudo, e amo poder te odiar, e te amar mesmo assim.

Estive pensando…

Penso nisso todo dia…

Penso nisso o tempo todo…

Você sabe, você mesmo imagina, será que você cogita, em sua mente indiferente, nada romântica, mas tão, tão linda, o quanto que te amo?

Anúncios

9 comentários em “Será que…?

  1. *-* Lindo Mari! Já vivi isso, entendo 100%. Mas houve uma pessoa que me fez perceber que existe vida mais feliz, eu então deixei de amar o passado, mas durante muito tempo foi assim. E, ah!, como a gente ama com tantos poréns mesmo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s