Divagações... · Estive Pensando · Sem categoria

Coisas Importantes que “O Pequeno Príncipe” me ensinou – 1

hjyugyu8gyugyuk

Tem certos livros infantis que são super famosos por deixar mensagens lindas, inclusive para os adultos. Poliana, que fala de uma menina que vê o lado bom em tudo, foi o que mais gostei dentre eles. Porém, isso foi antes de conhecer O Pequeno Príncipe. Confesso que nunca tive muita vontade de lê-lo (e olha que sou uma leitora compulsiva desde que me entendo por gente), e confesso uma vez mais que essa vontade nasceu depois do lançamento do novo filme, que virou uma “febre” entre os “não-grandes” e entre os “grandes”, também. Assisti ao filme com meu filho e ~ me apaixonei ~ pela história, principalmente pelas contações originais, que remetem mesmo ao livro.

E então, de repente, não mais que de repente (hehe), vi um exemplar meio “velhinho” do livro na estante da casa da minha irmã e, já sabem né, peguei pra ler. É um livro curtinho, que dá pra ser devorado em pouco tempo, mas que tem me encantado muito. Estou lendo devagar, tentando captar o que o autor quis dizer em cada página, e tenho me impressionado com a riqueza de lições que um pequeno livro infantil pode trazer. É uma “modinha”, ou pode ser sim, mas ainda sim é um livro que recomendo pra todos, independente da idade, mais ainda por estarmos vivendo em um tempo tão consumista e cercado de pessoas que dão excessivo valor ao TER e ao PARECER TER, em detrimento do SER

Enfim, tirando essas ~ questões polêmicas ~ vou deixar pra vocês aqui um pouco do que aprendi nas primeiras páginas desse Pequeno Grande Livro:

1. Não desista dos seus sonhos de criança – Achei interessante que o “aviador”, no início da história, começa falando de quando era criança, no desenho da jiboia comendo o elefante, e na reação das pessoas quando ele pergunta o que o desenho representa. Os adultos não só não se importam em imaginar o que seria o desenho, como criticam a maneira que o então menino ocupa seu tempo, falando a ele que deveria se ocupar com “matemática, gramática, ciências, etc”. E depois, ele diz que sua carreira de pintor acabou antes mesmo de começar… Moral da História: Nunca deixe que os outros apaguem seus sonhos de criança, pois são eles que nos conectam, mesmo quando crescemos, ao nosso EU INFANTIL. Se você sonhou em viajar pelo mundo, comece a economizar pra isso. Se sonhou em ser astronauta, modelo, jogador de futebol, o que seja, não apague aquilo dentro de você. São os sonhos que nos motivam, certo?

2. Guarde sempre sua essência de criança – Complementação da lição anterior. O Pequeno Príncipe fala em um momento do livro que o aviador “fala igual a um homem que ele conheceu, que só diz que está ocupado com coisas importantes”. Acho que, quando crescemos, nos tornamos todos um pouco iguais, mas isso não é tãããão legal assim (ao menos pra mim). Sempre gostei de guardar dentro de mim um pouco de – infantil – seja nas piadas sem graça que conto, seja nos jogos que, mesmo adulta, ainda adoro… Não sejamos tão preocupados com ser todos iguais, que cada um guarde um pouco de seu EU INFANTIL. 🙂

3. Valorize o sentimento dos outros e o que eles têm a dizer – Tem uma parte do livro que me deixa MUITO P*TA com o aviador. Quando o pequeno príncipe pergunta o porquê de as rosas terem espinhos e o aviador, “muito ocupado”, responde de maneira ríspida àquela “pergunta idiota”, o que acaba magoando o príncipe, que estava pensando na rosa tão amada por ele. E isso acontece, MUITO, nos dias atuais! Às vezes, estamos tão preocupados com tantas coisas que não percebemos quando alguém do nosso lado está precisando de nós, ou quando nosso filho quer falar alguma coisa importante. Fico impressionada como nós, seres humanos, conseguimos ignorar a dor alheia por onde passamos, até que ela se torne “imperceptível” aos nossos olhos. Acabamos por nos tornar insensíveis à necessidade alheia, o que é uma crueldade, diga-se de passagem. Mas ainda dá pra mudar isso…

frases-frases-do-pequeno-principe-61-1024x413

Tem tanta coisa boa pra falar que esse textão ficaria mais gigante ainda, mas vou parando por aqui. Desafio a vocês a lerem esse livro lindo, ou relerem uma vez mais. Mas, dessa vez, aprendendo e mudando o que estiver “errado” dentro da gente.

OK mores??

Xero grande!

Anúncios

17 comentários em “Coisas Importantes que “O Pequeno Príncipe” me ensinou – 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s