Divagações... · Estive Pensando

Por quanto tempo ficaremos inertes?

933b9f57b0efc18b279594ec3ab1f559

Nesse fim de semana, acompanhamos (mais) algumas tragédias acontecendo no mundo. Atentado em Paris, terremoto no Japão, o problema sério com as barragens em Mariana (e arredores), assaltos diversos numa cidade próxima daqui (Sousa)… Confesso que fazia um bom tempo que não acessava jornais nem nenhum tipo de notícias, estava meio que “incomunicável” do que estava acontecendo ao redor do mundo (isso de propósito), e na sexta, depois de conversar com colegas e me inteirar do problema de Mariana, dos assaltos em sequência acontecendo em Sousa (não é comum isso por aqui) e, ao chegar em casa, me deparar com a tragédia parisiense, senti tudo aquilo “caindo” sobre mim, ao mesmo tempo, e isso me pesou o coração. Quem me conhece sabe que sou MUITO sensível, por isso evito ter contato com muitas notícias ruins, mas na noite da sexta, lendo os relatos dos ataques em Paris, eu chorei… Confesso que chorei muito, me senti angustiada por tudo o que estava acontecendo, pensei naquelas pessoas, em suas famílias, em tudo o que estava acontecendo. E, simplesmente, lamentável. Mas não é bem sobre isso que quero falar!

O que aconteceu na sexta foi simplesmente HORRÍVEL, mas o que vi no sábado foi altamente DECEPCIONANTE e LAMENTÁVEL. Nos facebooks e instagrams, vi pessoas discutindo acerca de qual tragédia seria mais relevante, pessoas “donas da razão” querendo dar lição de moral a quem lamentou mais a tragédia francesa do que a brasileira, pessoas mudando suas fotos do perfil, meninas comentando nas fotos das blogueiras que estavam “muito preocupadas com a Kefera ou a Bia, pois elas estariam indo pra lá”! Fiquei surpresa (é, ainda fico!) com a falta de solidariedade das pessoas, pelo foco que saiu das tragédias e se voltou, mais uma vez, à opinião de A, B ou C, mesmo que essas “opiniões” não ajudassem EM NADA às pessoas que estavam sofrendo, realmente com aquilo. Não há nada de errado em expressar opinião, não há nada de errado em “brigar” pela conscientização, ouso até dizer que não há nada de errado em focar sua preocupação na “blogueira que você ama e está indo pro lugar onde aconteceram os atentados”… Não, não há nada de errado nisso e VIVA A LIBERDADE INDIVIDUAL, respeito seu direito de ser quem quiser e falar o que quiser, também.

O que me incomoda, na realidade, é o seguinte: o que estamos fazendo REALMENTE pra aplacar o sofrimento daquelas pessoas? Sua frase sobre Mariana vem acompanhada de uma oração pelos desabrigados? Sua foto mudada no perfil vem com uma real solidariedade e mudança de atitude, no tocante à maior tolerância ao outro? Sua preocupação vem acompanhada de alguma ação? Infelizmente, pra todas essas perguntas, a resposta é NÃO! Queremos ser vistos e notados nos faces e instas da vida, queremos estar na “modinha”, queremos nos mostrar “descolados” e “conscientes”, mas na verdade mesmo somos todos APÁTICOS, INERTES a dor do outro, pois estamos mais preocupados, mesmo, com nosso próprio umbigo, nossos brios, a maneira que somos vistos pelo mundo. E PRA COMEÇAR, ME INCLUO EM TUDO ISSO, OK?

Será que aquela pessoa que colocou aquela frase linda vai realmente ajudar alguém, se for chamada? Será que, se alguém colocar uma mensagem nessa mesma rede social pedindo ajuda financeira/mantimentos, essa mensagem será replicada? E por quantas pessoas? Por quanto tempo ficaremos INERTES?????

Falar é FÁCIL, o difícil é AGIR! A mudança tem que acontecer, e ela não deve ser de postagem ou foto no face, mas sim de atitude, de dentro pra fora…

Posso estar sendo dura, mas nós precisamos disso. A humanidade precisa mudar e ser, realmente, HUMANA!

Xero grande pra quem leu até o fim. E um xero maior ainda pra quem, como eu, quer mudar de verdade! Vamos comigo?

Anúncios

25 comentários em “Por quanto tempo ficaremos inertes?

  1. Concordo plenamente! Dificilmente a gente encara o jornal com quanta seriedade mas quando se trata de assuntos como esses, nos entornem de preferência em apenas pessoas, que não temos nada senão a vida! E ainda mais chocante, quando não sabemos o que fazer!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Palmas mais uma vez, Mari. Me representa.
    Eu até tenho evitado o Facebook por conta disso, toda vez que um assunto sai, o que domina a rede social são farpas trocadas de uma pessoa contra a outra.
    Por isso que tudo está assim, não existe amor, nem respeito. No dia que as pessoas PARAREM de julgar umas às outras, talvez, eu disse TALVEZ, o mundo se torne um bom lugar para viver outra vez.
    Um beijão, minha linda. E fique bem :**

    P.s: também sou sensível e hoje evito ver essas notícias.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Pois é, Bia! Quase não vejo mais jornais hoje, não sei mas ainda me impressiona como as pessoas conseguem piorar cada vez mais. E as redes sociais, nem me fale, estão me dando abuso!! kkkk As pessoas se gabando e falando de si o tempo inteiro, enquanto tudo desmorona ao redor!
      Mas fico feliz em ver tanta gente se manifestando em prol de uma mudança, me dá esperança de mudarmos essa situação, ao menos um pouco!
      Xerooo

      Curtido por 1 pessoa

  3. Oiii amore! Sou igual a vc,não gosto de ver essas notícias pq me abalam demais! E vc disse TUDO! As pessoas mudam o foco totalmente… ficam julgando e se preocupando com coisas que não tem nada ver com o real problema…infelizmente a humanidade está com sérios problemas de valores… cada vez mais tenho medo desse mundo… ainda mais agora que vou trazer mais uma vida, tenho medo de onde meu filho irá viver… é triste demais isso!!! Beijos linda!

    http://www.amigasevaidosas.com

    Curtido por 1 pessoa

    1. Nossa, Ellenzinha, depois que somos mães, começamos a ter essa preocupação, sabe, sobre o lugar em que nossos filhos irão crescer… Mas não percamos a esperança de transformar tudo isso, de nós mesmos começarmos a mudança que queremos ver no mundo!!!
      Xero

      Curtir

  4. Concordo totalmente contigo Mari. Um dos grandes problemas da sociedade, das pessoas hoje, é a superficialidade, se preocupam demais com o “parecer ser” do que com o que realmente são.
    Devemos todos mudar, e após nos mudarmos, veremos que aos poucos vamos mudando as pessoas, devemos dar o exemplo e sermos certos, agir e tomar a iniciativa, se ficarmos parados NADA MUDA. Gostei muito do teu post e da tua maneira de pensar, espero poder junto com você e quem mais tiver esse desejo, essa ambição, mudar o mundo pra melhor, pois pra pior ele já vem sendo mudado todos os dias. Limpemos nosso mundo, em prol do futuro e do presente, e em honra ao passado.
    Abraços. 🙂

    Curtir

      1. Sim, se um dia tu leres o que escrevo aqui no meu WP (que comecei faz 3 dias), vais ver que temos pensamentos parecidos e entender o porque da minha ideia. Abraços. Juntos mudaremos o mundo 😉

        Curtido por 1 pessoa

  5. Na sexta feira uma velhinha de 88 anos foi atropelada por um caminhão na cidade onde eu trabalho, na rua onde eu atravesso pelo menos 4x o dia. O caminhao passou por cima do pé dela e como o transito é caótico perto das 12.00 a ambulancia nao conseguiu chegar a ela logo. Teve que vir helicóptero para pegar ela. 88 anos e em coma no hospital justo da tal da sexta-feira 13. Vi carro batendo contra o espelho de um outro que estava estacionado… daí chego em casa e quando acordo de madrugada vejo sobre o que aconteceu. Fiquei com dor no coracao, até agr nao caiu a ficha que uma barbaridade dessas está tomando conta. Estou com medo de uma guerra, tenho medo que bombardeiem mais alguma coisa, tenho dó dos que morreram e os que perderam um pouco de si por causa de um ente querido 😦
    Postagens dessa sao necessarias para certas pessoas terem a consciência de que um like ou um #prayforparis nao vao adiantar em nada se nao tiver uma atitude aí no meio (mesmo sabendo que nós nao temos o que fazer para ajudar nesse caso)
    Ein küsschen! :*

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s