Divagações... · Meus Escritos

Conto: Como uma onda no mar – Parte 3

Oi amores!! Tudo bem??

Hoje vou postar a terceira parte do conto, só tem mais duas, então, vamos ver como vai se desenrolar essa história??

Quem quiser ver as partes 1 e 2, é só clicar: Parte 1 e Parte 2

tumblr_mbakg9zlf71rcss8vo1_1280

 

(3)

Escutei um barulho lá fora, sim, ela chegou. Minha mãe está em casa! Fico nervosa, olhando para minhas mãos, sem saber se é uma boa hora para “essa conversa”. Acho que nunca é a hora certa para perguntar a sua mãe se ela colocou seu pai na cadeia, se ela foi capaz de forjar sua própria morte para seus filhos, quais os motivos para algo tão sórdido. Isso, é isso mesmo, sórdida, isso que ela era…

Está decidido, vou falar com ela agora! Pensou em voz alta e saiu de seu quarto, decidida como nunca, a colocar essa história a limpo!

Assim que saiu de seu quarto, viu sua mãe parada no corredor, de frente para a foto da família que tanto amava, chorando. Será que ela estava arrependida do que fez? Chegou a hora de saber toda a verdade!

– Linda foto, não é, mãe? – disse Catarina. – Sim, filha, linda mesmo. Sinto muita falta desses tempos… – sua mãe falou, a voz falhada, com lágrimas nos olhos.

– Então, mãe, porque esses tempos não podem voltar, hein? Você sabe porquê, já que foi a culpada de tudo isso acontecer! – Catarina gritou, furiosa.

– Como assim, filha? Não tive culpa de seu pai ter morrido. Você sabe, fizemos de tudo…

– Não mãe, deixe de mentir! Eu já sei de tudo! O oficial de justiça veio aqui, e me contou tudo, viu? Ele me disse que papai está preso, e que você o acusou de tentar assassiná-la! E ainda por cima forjou a morte dele… Você, você, é uma mentirosa! – Catarina gritou, chorando, revoltada com tudo o que sua mãe tinha feito com ela e seu irmão.

– Catarina, filha, isso não aconteceu, seu pai faleceu, você viu. Vocês todos viram ele ter o ataque, os médicos tentando reanimá-lo, você viu Catarina. Isso não é real, seu pai não está preso, ele morreu! – Sua mãe a olhava como se ela fosse louca. Mas ela não era louca, sua mãe é que era uma mentirosa, uma criminosa!

– O que está acontecendo aqui?

Ambas olharam quando o irmão de Catarina apareceu, na porta do quarto. Ele deveria saber da verdade, e Catarina iria contar tudo para ele.

– Vamos colocar as cartas na mesa, Arthur! Temos que ter uma conversa séria!

Mensagem do dia: Busquem, pois, o Reino de Deus e a Sua justiça, e essas coisas lhes serão acrescentadas. (Lc. 13:31)

Anúncios

12 comentários em “Conto: Como uma onda no mar – Parte 3

  1. Isso aí, Arthur tem que saber a verdade – e eu também! kkkk’
    Mari, desenrola logo essa história mulher… que cada dia imagino um desfecho diferente para ela.

    Curtir

  2. Aqui o clima já é de mais tensão, há outros personagens falando na história. Internamente fiquei calado sem saber quem está com a verdade. Ai… Será que Catarina está mesmo louca? Será que a mãe é falsa mesmo? E o pai está morto ou não? Nossa que suspense… Muito bom… Vamos à quarta parte.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s